domingo, 23 de agosto de 2009

Rojos y Morados

Rendeu-me os lábios,
Morosa,
Quase a prosa em verso,
Sempre ao que peço no instinto:
Doçura, enfim, num rito.