sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Oscuridad

Nesta voz em que só há inverno,
Esta voz de roucos timbres nus,
Esqueci-me por tudo o que quero,
Esqueci-me,
Meu bem,
Devaneado num lugar qualquer.