segunda-feira, 31 de agosto de 2009

ابتسامة

Ela mora no deserto,
Alegra-se quando vê nuvens,
Entristece-se pelo mundo não desaguar em seu peito,
Anoitece-se feito as flores que cultiva a respirar do avesso,
Ama-se sem saber e precisar,
É-se.