domingo, 12 de julho de 2009

Uma Mulher Quase Honesta

Perdi o teu carinho,
Não sei por onde anda,
E a fúria em meus temores mentiria se possível.

Munida de esperança,
Rendi-me a outro afago,
Mas tu,
Meu homem,
É menos honesto do que eu.

Quiçá,
Aguardando um primeiro sorriso,
Seja nosso.