terça-feira, 28 de julho de 2009

Repara só esta menina,
Parece até que dorme
Debruçada em seus desejos,
Acordada em paraísos.

Percebe só o quase sorriso,
O segundo anterior à redenção
De não ser mais menina,
Sendo.