terça-feira, 28 de julho de 2009

O Nó

Minha pergunta é:
O que um nó?

Dado firme numa trança das madeixas ruivas de Elga,
De tantos nós celulares e tonais,
Atômicos e sensoriais,
Parece desistir da existência-nó por tantos,
Ou sequer fora avisado pelo maestro.

Se nó por uma aldeia que sabe fazer fogo,
Uma espécie predadora e pedante,
Uma rocha incandescente por dentro e resfriada por fora,
Dado o nó não se desata sem mesmo tivera dado?