quarta-feira, 1 de julho de 2009

Mídia Mista

Diante das astúcias da percepção,
Calejada pela labuta de oferecer-te um universo incontestável,
Dobro os sinos até que te ensurdeças,
Faço a vida até que te cegues.

Se toda esta aparência repousante,
Convergida em ti para a confusão,
Maquiada de dispersa para a minha conclusão,
Reage a qualquer poro como se iniciasses,
Voltas-te aonde nasceste a te resignares com o que em tal tempo não se cria sofrimento?