segunda-feira, 23 de março de 2009

Prepotência

Vamos sem pressa,
A confundir as dimensões
Que se corrompem e se completam a compor o inadmissível.
Temos paciência
A simular intenções
Que aparentam sinceridade de tão esdrúxulas,
Transparecem inocência de tão cruéis.

Enxuga os teus lábios, garota,
Ainda há certas paúras a devorar.