domingo, 8 de março de 2009

Ibirapuera

Um desespero barato nas vias da vida;
Preciso de ti,
Não chove tanto por aqui-
Pelo menos no compasso morno que te parece.

Ainda é cedo
E há o orvalho da natureza matutina que desejo...
Talvez deseje,
Mas clareza não há,
Só o peso confuso da expressão.