sábado, 7 de fevereiro de 2009

Viven de los Dioses

Então lavei as efígies sem tentativas ávidas
e matei Nêmesis aos golpes ocos y amargurados.
Não a conheço mais,
Mas insisto em reconhecer uma garota que nascia para o mundo,
Ou uma mulher que denegria a própria alma;
A ilha criou razões que desconheço
E desenterrou raízes que não são minhas.

Ainda posso queimar este passaporte,
Impedir esta gaikokujin de saber destes beijos,
Todavia ainda a vejo menina,
Ainda a sinto mulher.