sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Retoques da Tela Final

Após a tua pressa
Fica o meu sentido,
Pois ainda resta muito
E muito tempo não há.

Se surgir a vida quando não precisarmos,
Que sejamos equilibrados após tanta paciência;
A urgência de agora,
Embora não contornável,
Pode dar rumo ao que nunca teve
A achar que sim.