sábado, 28 de fevereiro de 2009

A Pena

E só foi uma revolução politicamente correta,
A transgressão a partir dum molde que já vimos em algum lugar
Ou a contrarreforma para que durmamos em paz com os nossos mortos,
Mesmo mortos.

E só foi assim,
Muito barulho para tudo:
Alguns pintores,
Meia dúzia de atores,
Escritores de prosa e verso
Que de ilustres desconhecidos seriam criadores do que ouviram por aí.

E só,
Sem mais;
Mera formalidade.