quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Cruzadas para o Incognoscível

Com cantigas de ninar
Tentei esconder os murmúrios suspensos nos sonhos:
Tentei por graça,
Mas por malogro seguido de desespero,
Fingi-me de louco a berrar e chorar;
Estava louco,
Não poderia conter a clareza suave daquela ilusão
Assim,
A conservar o confortável com raiva.