sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Beijinho sem Cravo

Tenho fantasmas debaixo das unhas,
Sevicio a mim mesmo quando me toco.
Dentro do caderno,
A foto:
Você antes de morta
Ou pronta para tal.

Não quero me afogar em tantos pedidos,
Desencontrá-los numa mesma afirmação,
Num mote satânico para que salvem as nossas almas,
Mas nada é tão desalmado quanto os sonhos.