domingo, 4 de janeiro de 2009

De Imediato

Do andar que tu te arremessas todos os dias,
Há algo a ser visto que tu não percebes mais,
Há um toque a ser quisto que tu não queres alcançar.
Protegida pelo reflexo da cidade em sua janela,
A vida te pede a cada segundo e sequer suspeitas,
Não te interessas se não estás a quase morrer de imediato.