quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Crescer

O passo anterior ao fruto
Ou à morte,
O bote do desejo na crença,
O sintoma doce de uma doença terminal;
O começo do fim.

A percepção do coletivo em si mesmo,
O mesmo;
O berro da cabra
Acaba.

O concreto natural,
O suspiro discreto,
O veto.

Os vícios,
Os hábitos
E as dores que estes disfarçam.

O medo e a venda,
A venda da alma
E o açoite no espírito
Para que o faraó morra em paz,
Encontre-se do outro lado.

A luz
Tão forte que cega,
A treva
Colorida por gases nobres,
A fome
Controlada por homeostase,
O nome
Que marca o couro destinado ao fundo da terra.