sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Apetite

O veneno diluído em sonho,
A romper ligações entre sanidade e temperança,
Não matou a vida em meu ventre,
Aleijou-a,
Ademais,
Castrou-me.