terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Acerca das que acontecem

Se aninhamos os desejos nas próprias desilusões,
Deveríamos lembrar que as mentiras não envelhecem,
As de verdade, não.

Talvez seja pouco,
O fardo e o nosso amor,
Mas livre te perco...
Que fardo amar?