quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Abaixo da Linha do Equador

Um convite à tentação ébria,
Ao pseudo-paralelo,
Pois o elo que nos une é frágil,
Mais frágil do que a bolinha de sabão.