sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

8 por 8, 6 diferenças

Sempre haverá a opção do temporário perfeito,
Mas hoje tento mudar para não morrer por dentro,
Mesmo que recorra ao comum que nunca quis saber;
Quem sabe entendes.