segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

QWERTZU

A medir os graus dos ziguezagues,
Nunca mais aquele impulso;
Dispus os meus sonhos distorcidos pela vida ao leste de onde odeio,
Odeio de tanto amar.