sábado, 27 de dezembro de 2008

De Ísis para o Nilo

Um só verso,
Mas um clarão que desenhou o que querias,
Demarcado a partir das queimaduras na retina.