quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Antes de prosseguir

Não te contamines por esta fração da tela pintada;
Pára, pensa um pouco,
Volta para o teu sonho e revive a mudança clara em teu peito,
Despolui a tua nobreza de mulher para que o teu homem veja! 

Sim,
Deixa os pigmentos se entranharem na trama,
Permite que os preconceitos se firmem atingíveis,
Decide o momento quando o teu próprio é maduro.